top of page

O amor leal de Deus permanece para sempre

O Salmo 136 é um dos meus Salmos favoritos nas Escrituras. Neste belo poema, um salmista desconhecido escreve brilhantemente seus louvores a Deus por quem Deus é e pelo que Ele fez. O que é especialmente interessante neste Salmo é que, enquanto na primeira parte de cada versículo ele descreve uma característica diferente de Deus ou uma ação feita por Ele, na segunda metade o salmista escreve: “Pois o seu amor dura para sempre”.<1> Por 26 versos, este Salmo nos diz para louvar a Deus e depois justifica a razão: “Pois o seu amor dura para sempre”.

Por exemplo, o primeiro versículo diz: “Rendei graças ao SENHOR, porque ele é bom, porque a sua misericórdia dura para sempre”. O salmista continua descrevendo os muitos atos maravilhosos que Deus realizou, começando na criação do mundo, do sol, da lua e das estrelas. Mas este salmo não apenas louva a Deus por seus atos criativos. Também louva a Deus pelas poderosas ações que Ele fez ao longo da história, como tirar os filhos de Israel do cativeiro, liderar o povo pelo deserto e vencer seus inimigos para que eles possam herdar a Terra Prometida. Em toda instância, o salmista termina cada palavra de louvor com: “Seu amor dura para sempre”.

O Salmo que nunca acaba

O último verso deste significativo Salmo termina com os louvores em torno da linha do tempo do fim da vida de Moisés, ou talvez o começo do tempo de Josué na liderança de Israel, o que indica que ele foi escrito bem cedo na história dos filhos de Israel. Deus deixou de fazer um trabalho digno de louvor, baseado em Seu amor inabalável, depois que este Salmo foi escrito? Claro que não! Pense comigo no restante da Escritura. Deus ainda demonstrou Seu amor por Israel nos tempos de Rute, Samuel, Davi, Elias, Isaías, Jeremias, Daniel, Ageu e além.

Na abertura do Novo Testamento, vemos o clímax da demonstração do amor leal de Deus por meio de Seu Filho, Jesus Cristo, que se entregou na cruz do Calvário para redimir Seu povo de seus pecados. Jesus comprou nossa redenção através de Seu próprio sacrifício, ressuscitou dos mortos e subiu ao céu para preparar para nós um lugar de descanso eterno com Ele. Por quê? Porque o Seu amor leal dura para sempre! Ele derramou Seu Espírito sobre os crentes, inspirou os apóstolos a escrever o Novo Testamento, e o Corpo de Cristo se espalhou pelo mundo conhecido. Novamente, por quê? Porque o amor leal de Deus dura para sempre!

Como este Salmo indica, o amor leal de Deus é duradouro. É permanente. Ele nunca acabará, mas continuará para todo o sempre. Você sabe o que isso significa? Isso significa que o Salmo 136 não terminou nem mesmo após o fechamento do Novo Testamento. Se você olhar através da história, poderá ver o Seu amor perdurando até hoje na sua e na minha vida. Pense nisso. Todos nós podemos ecoar a verdade encontrada neste Salmo e contribuir com nossas próprias páginas, proclamando junto com os santos através dos tempos o amor fiel e duradouro de Deus por nós, que continuará na vinda de Cristo e Seu reinado eterno.

Apegando-se à verdade do amor leal de Deus

A maior lição que aprendi deste Salmo repetitivo é que nunca há um momento errado para louvar a Deus por quem Ele é e por seu amor leal e duradouro. O amor de Deus está sempre presente e sempre perdura, não importa o que aconteça. Não importa o que eu esteja enfrentando ou que circunstâncias eu esteja enfrentando, posso ter confiança de que o amor leal de Deus permanece ativo!

O que quer que você esteja passando hoje, seja um momento incrivelmente difícil em sua vida, ou se você experimentou milagrosamente a provisão ou proteção de Deus, você pode se apegar à verdade deste Salmo. Você pode louvar Seu nome, porque Deus ainda continua a amá-lo, assim como continuará por toda a eternidade.

Compartilhe com outras pessoas

Você leu este Salmo recentemente? Eu lhe encorajo a fazê-lo! No Salmo 136, o escritor do Salmo compartilhou louvores de quem Deus é e o que Ele fez por causa de Seu amor. Milhares de anos depois, ainda estamos falando dessas maravilhosas ações de Deus! Ao ler, pense em suas próprias histórias sobre a fidelidade de Deus em sua vida. Como Deus mostrou Seu amor interminável por você, recentemente e no passado? Compartilhe essas experiências com outras pessoas para que também possam ouvir do amor de Deus demonstrado em sua vida!

___________

Este post, de autoria de Joe Leavell, foi originalmente publicado no blog da Association of Certified Biblical Counselors. Traduzido por Gustavo Santos e revisado por Lucas Sabatier. Publicado mediante autorização.

*Os conceitos e posicionamentos emitidos nos textos aqui publicados são de responsabilidade dos autores originais, não refletindo, necessariamente, a opinião da direção e membros da ABCB em sua totalidade.

<1> Algumas versões trazem a palavra “misericórdia (ARA), “amor leal” (ESV, NLT), “benignidade” (ARC) no lugar da palavra “amor”.

7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page